BENEFÍCIOS DA HIPNOSE MÉDICA

    

     A hipnoterapia é uma técnica psicoterápica realizada através de relaxamento. Leva a um estado modificado de consciência, facilitando o acesso às emoções e memórias mais íntimas. É usada para causar mudanças na percepção e no comportamento. O mundo atualmente está cercado de estresse, pressa, tensão, tristeza, depressão e violência. Quando vamos ao encontro de nosso interior encontramos paz e confiança, elementos essenciais no processo de busca de respostas, de enfrentamento dos nossos problemas e na cura física, mental, emocional e espiritual.

 

BENEFÍCIOS

    Muitas pessoas me perguntam se todos podem se submeter a Hipnoterapia. É importante esclarecer que a hipnose como todo instrumento terapêutico tem suas indicações, contraindicações e limitações.

 

INDICAÇÕES:

- Todos os tipos de FOBIAS, ou seja, todos os tipos de MEDOS INTENSOS, como: medo de lugares fechados, de altura, de falar em público, de água, de contrair doenças incuráveis, da morte, da solidão, etc.;

- Problemas de RELACIONAMENTO FAMILIAR, CONJUGAL, SOCIAL E NO TRABALHO: relacionamentos difíceis, dolorosos, truncados; sofrimento por sucessivas decepções amorosas ou profissionais; 
- TRANSTORNOS: de Ansiedade (síndrome do pânico, ansiedade generalizada, tiques nervosos, insônia), transtornos de Humor (depressão, angústia, instabilidade de humor);

- DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS: doenças orgânicas de origem emocional (alergias, vitiligo, psoríase, asma, enxaquecas, câncer, TPM, dores crônicas e outras); 
- BLOQUEIOS EMOCIONAIS: devido a dificuldades financeiras, pessoais, e/ou profissionais; 

- Problemas SEXUAIS: impotência, ejaculação precoce, falta de orgasmo, diminuição ou ausência de desejo sexual.

 

CONTRAINDICAÇÕES: 
Deficientes mentais e auditivos, psicóticos, esquizofrenia, Alzheimer e intoxicação por drogas.

LIMITAÇÕES:

- Pacientes HIPERATIVOS ou MUITO ANSIOSOS: apresentam falta de concentração, que é elemento essencial para o desenvolvimento da terapia. É preciso primeiro aprender a relaxar através de um exercício específico para controlar a ansiedade que é realizado na primeira consulta e/ou através de outras técnicas, como relaxamento, meditação, yoga, etc.

- Pacientes EXCESSIVAMENTE MEDROSOS OU DESCONFIADOS: frutos de desinformação e preconceito em relação a esses temas podem gerar dificuldade no processo de tratamento.